em

Musa da Colômbia comenta a eliminação para a Inglaterra e a provocação da torcida inglesa sobre “cocaína”

Bia Rebelo lamenta eliminação e piadas preconceituosas feitas pelos torcedores ingleses no mundial

Bia Rebelo
Bia Rebelo. Foto: Felipe Camargo / MF Press Global

Em um jogo que encerrou-se com resultado apertado, em que ambas equipes jogaram sob pressão, valendo a vaga na próxima fase da copa do mundo 2018, a Inglaterra eliminou a Colômbia nos pênaltis. Ambas equipes disputaram até o último segundo a classificação, em um jogo que surpreendeu pela frente feita pela seleção colombiana à seleção inglesa.

A musa da Colômbia na Copa, Bia Rebelo, lamentou a eliminação de sua seleção, mas também faz duras críticas a postura adotada por alguns torcedores ingleses, que usaram de preconceito:”fico triste com a eliminação da minha equipe, da seleção do meu coração, mas o que realmente me entristece é o preconceito. Fazer piada com a temática dos narcotraficantes, que são uma página do nosso passado que queremos deixar para trás é terrível. Mas, literalmente, bola pra frente. Continuarei apoiando e torcendo pela Colômbia, e que venha o próximo mundial em 2022.” Declara Bia.

O concurso ‘Musa da Copa – O Original’ foi elaborado pelo produtor e fotógrafo Felipe Camargo em parceria com o grupo de comunicação em assessoria de imprensa e correspondente internacional MFPG. O concurso leva o nome de Original pois as modelos precisam ter descendentes do país escolhido ou características físicas para fazer valer a representação.

Bia Rebelo
Bia Rebelo. Foto: Felipe Camargo / MF Press Global
Bia Rebelo
Bia Rebelo. Foto: Felipe Camargo / MF Press Global
Bia Rebelo
Bia Rebelo. Foto: Felipe Camargo / MF Press Global
Bia Rebelo
Bia Rebelo. Foto: Felipe Camargo / MF Press Global

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Rafa Guimarães

Rafa Guimarães, do Atlético-MG, estrela ensaio e garante: “100% natural”

Giselle Saran

Musa do Brasil na Copa, Giselle Saran recusa ensaio nu: “ainda não”