As Musas do Brasileirão em Minas viveram fortes emoções no primeiro clássico que definirá o campeão mineiro de 2018. De um lado, a Musa do Galo Stephanie Rezende, comemorou e muito a goleada e consequente vitória parcial do seu time no primeiro confronto. Do outro, a Musa do Cruzeiro Jhovana Kelly confessou um certo desânimo com o resultado, mas está confiante na recuperação da Raposa dentro de casa no próximo domingo, 08.

“Tirando o gol que deixamos passar no segundo tempo, o meu Atlético foi perfeito. Chegou uma hora que pra mim nem parecia mais clássico, perdeu até a graça”, brinca Stephanie, musa do Galo. “É claro que não podemos chegar de nariz empinado no jogo de volta, mas pelo que vi no jogo de ontem, acho quase impossível deixar escapar esse título”, analisa.

Já Jhovana, a Musa do Cruzeiro, aproveitou para lembrar que apesar da derrota, o time irá contar com a força de sua torcida na Toca da Raposa e que um resultado de 2 a 0 iguala tudo e leva a decisão para os pênaltis.

“Eu quero mesmo que o Atlético chegue achando que já ganhou, porque assim podemos surpreender e mostrar nossa força dentro de casa. Nosso primeiro tempo foi um desastre, mas jogamos bem e diminuímos a diferença no segundo. Agora é esperar que nosso time dê o melhor dentro de campo, porque tenho certeza que fora de campo nossa torcida vai fazer a parte dela! ”, conta, otimista.

Jhovana Kelly
Jhovana Kelly. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Jhovana Kelly
Jhovana Kelly. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Jhovana Kelly
Jhovana Kelly. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Jhovana Kelly
Jhovana Kelly. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Stephanie Rezende
Stephanie Rezende. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Stephanie Rezende
Stephanie Rezende. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Stephanie Rezende
Stephanie Rezende. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia
Stephanie Rezende
Stephanie Rezende. Foto: Nelson Miranda / M2 Mídia

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)