em

Marcelly Morena, primeira passista trans da história da Grande Rio, dispara: “Machismo é uma grande palhaçada”

Marcelly Morena
Marcelly Morena. Foto: MF Press Global

A cantora Marcelly Morena, que trabalha com Karlos e se tornou a primeira passista trans da história Acadêmicos do Grande Rio ao desfilar no Carnaval deste ano, comemora o Dia das Mulheres.

“O Dia das Mulheres é o dia que nos orgulhamos porque para ser mulher é preciso ser forte. É prazeroso ser mulher na minha profissão de cantora, mas já sofri preconceito e ainda sofro. Gostaria de receber amor e flores neste Dia das Mulheres, mas o melhor presente seria ser respeitada”, conta Marcelly Morena.

A cantora também critica o machismo: “Até o nome é feio, né!? Tem tanta coisa legal para se fazer e as pessoas ficam com essa história de machismo, que é uma grande palhaçada. As mulheres não tem nem que dar confiança, só mostrar o quanto nós podemos ser boas como os homens no que eles fazem”.

Marcelly Morena
Marcelly Morena. Foto: MF Press Global
Marcelly Morena
Marcelly Morena. Foto: MF Press Global

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Maya Müller

Maya Müller posa sensual e diz que já sofreu preconceito por causa das tatuagens

Fernanda Dassie

Fernanda Dassie diz que nunca sofreu preconceito por ser diretora financeira, mas sim por ser fisiculturista